Viveiro
2. Núcleo Flora
A ocupação agrícola da região Oeste da Bahia teve início nos anos 1970 e 1980. Incentivada pelos programas de ocupação do Centro-Oeste, pelo clima favorável e pela geografia plana, a agricultura extensiva de alta tecnologia transformou o Oeste baiano em uma das principais potências agrícolas do País, mudando rapidamente a paisagem e pressionando a flora e a fauna nativas.

Neste contexto, estudos apontam para a necessidade de uma expansão mais conservacionista. O Cerrado precisa ser tratado com responsabilidade, pois abriga cerca de 5% da biodiversidade da Terra, sendo considerada a savana mais rica do mundo, além de ser berço das águas brasileiras por ser guardião de 8 das 12 grandes bacias hidrográficas do País e dos aquíferos Guarani e Urucuia. A preservação dos recursos hídricos depende da manutenção da vegetação nativa.

Diante desse panorama desafiador, medidas urgentes são necessárias para equilibrar esse processo. Assim surgiu o viveiro de Mudas do Parque Vida Cerrado, com duas missões principais: ser ferramenta de Educação Ambiental e fonte de mudas nativas para agricultores e instituições locais tocarem programas de recuperação de áreas degradadas. O viveiro tem ainda um papel importante para apoiar a comunidade em atividades de rearborização urbana, contribuindo para o aumento da diversidade de espécies vegetais, melhoria das condições do microclima e qualidade de vida da região, e estimulando ainda o exercício da cidadania.

Em 12 anos, o viveiro já destinou mais de 200 mil mudas em toda a região Matopiba.
Ações do viveiro Vida Cerrado
Para a
Agricultura
- Sensibilizar agricultores sobre a importância dos recursos hídricos para a sustentabilidade socioeconômica da região;
- Fomentar o plantio de mudas de espécies nativas do Cerrado em áreas degradadas;
- Formar técnicos e instituições em técnicas eficientes de recuperação de áreas degradadas, diminuindo o custo de sua recuperação;
- Fomentar e dar sustentabilidade para a Rede de Coletores de sementes.
Com a
comunidade
- Envolver moradores de comunidades rurais em ações de valorização do Cerrado e de seus recursos hídricos;
- Estimular a apoiar projetos de geração de renda por meio da coleta e distribuição de sementes para produção de mudas;
- Incentivar a economia verde, valorizando a floresta em pé, e gerando renda para assentados com a compra de sementes nativas;
- Promover o debate sobre a importância das Áreas de Preservação Permanentes (APP) para a qualidade da água e de vida da população nas comunidades.
Rede de
coletores de sementes
- Envolver moradores de comunidades rurais do município nas ações de valorização do cerrado e de seus recursos hídricos, assim como na geração de renda com coletas de sementes nativas destinadas para a produção de mudas.
- Estimular e apoiar a ampliação de geração de renda destes moradores através da coleta de sementes e fornecimento das mesmas para a produção de mudas;
- Promover economia verde e gerar renda para famílias de assentados através da compra de sementes nativas;
- Promover o debate sobre a importância das Áreas de Preservação Permanente (APP) para a qualidade da água e consequentemente da permanência dos mesmos nestas comunidades.
Como adquirir
as mudas
77 9.9971-3190
Para a compra da mudas entre em contato através do celular ou e-mail acima.
*Pedidos acima de 5000 mudas devem ser programados com antecedência de 6 meses.

Todos os anos disponibilizamos 10% da produção para doações junto a projetos da comunidade:

• Projetos de Educação Ambiental com distribuição gratuita para a comunidade;
• Projetos de escolas, Igrejas e ONGs.

Para participar, basta entrar em contato e enviar o projeto em nosso e-mail.
Notícias
Agendamento de visitas
77 9.9971-3190
Comecial
19 9.9770-1583
Parque Vida Cerrado 2019 - Desenvolvido por
Negra Comunicação